sábado, fevereiro 23, 2008

Pequenos Delitos

Achei interessante esse blog, até artístico se podemos dizer assim, O site chama Pequenos Delitos.
Mas cuidado, conteúdo adulto

Musicas e suas letras
Conversando com a Bell, surgiu o assunto letras de músicas, o tanto que as letras tem a ver conosco, ou o quanto apenas parecem ter, afinal elas nos enganam.
Muitas vezes as musicas parecem ter tudo encaixando com o nosso momento, nossa vontade, até lermos mais criticamente a letra e percebemos que não é tão parecida com nossa situação, aí lemos de novo e percebemos pequenos nuances pequenas coisas que tiram totalmente a musica de nosso contexto.
Quantas vezes já pensei em mandar a letra da música para alguém e quando a li com mais atenção, ou mesmo a li a primeira vez, não só a estrofe, desisti de mandar.
O problema é a nossa tendência de prestar atenção somente na estrofe, e talvez os músicos e/ou produtores saibam disso, e elas são as mais gerais possíveis as vezes até antagónicas em suas interpretações.
Vamos pensar na letra da Música "Pescador de Ilusões" do "O Rappa", essa musica muito usada em formaturas, mais pela sua estrofe do que pela letra em si.
Aliás se prestarmos atenção na letra veremos que não tem nada a ver com formatura, afinal quando tentamos nos formar não vamos atrás de ilusões e sim, de sonhos, e os transformamos em realidade.
Por isso acredito que antes de achar que aquela musica é a sua musica, preste atenção, mais criticamente à letra, talvez ela não conte sua história tão bem assim.

Letra da Musica
Para conferência vou postar a letra da musica citada aqui, Afinal é uma bela musica, mas não para os formandos ;)

Pescador de Ilusões

O Rappa

Composição: O Rappa

Se meus joelhos
Não doessem mais
Diante de um bom motivo
Que me traga fé
Que me traga fé...

Se por alguns
Segundos eu observar
E só observar
A isca e o anzol
A isca e o anzol
A isca e o anzol
A isca e o anzol...

Ainda assim estarei
Pronto pra comemorar
Se eu me tornar
Menos faminto
E curioso
Curioso...

O mar escuro
Trará o medo
Lado a lado
Com os corais
Mais coloridos...

Valeu a pena
Êh! Êh!
Valeu a pena
Êh! Êh!
Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões...(2x)

Se eu ousar catar
Na superfície
De qualquer manhã
As palavras
De um livro
Sem final! Sem final!
Sem final! Sem final!
Final...

Valeu a pena
Êh! Êh!
Valeu a pena
Êh! Êh!
Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões...(2x)

Se eu ousar catar
Na superfície
De qualquer manhã
As palavras
De um livro
Sem final! Sem final!
Sem final! Sem final!
Final...

Valeu a pena
Êh! Êh!
Valeu a pena
Êh! Êh!
Sou pescador de ilusões...

Valeu a pena
Êh! Êh!
Valeu a pena
Êh! Êh!
Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões...

Valeu a pena
Valeu a pena
Sou pescador de ilusões
Valeu a pena
Valeu a pena
Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões
Valeu a pena!

sábado, fevereiro 16, 2008

Excessiva dor de cabeça

Hoje irei fazer um experimento. Aproveitando que o dia tem vinte e cinco horas, isto é, uma hora a mais para não fazer nada resolvi vir aqui escrever.
Mas aí aconteceu algo muito grave. Dor de cabeça, muita dor de cabeça

O Experimento
Então resolvi fazer isso, escrever com essa dor me atormentando, claro; não sou masoquista nem nada disso, me entupi de remédio (Creio que isso até ajude no experimento;) ); E isso me faz me sentir o próprio Dr Gregory House. Dor constante, sempre fazendo experimentos. Enfim, vamos ver quanta besteira eu escrevo aqui.

Indo pra lá e pra cá
Hoje fiz um tour atrás de carro, saindo aqui de Barra Bonita indo para Lençois Paulista, passando por Bauru e voltando para Barra. Foi bom passear conhecer caminhos e cidades novas.

Novos caminhos
Falando em novos caminhos me fez pensar além de divertido, sempre é bom conhecer novos caminhos, novas alternativas; novas opções. Talvez nunca usemos o caminho aprendido, ou usaremos apenas uma vez. Mas sempre é bom saber, que temos uma opção quando as usuais falharem. Que não iremos ficar estáticos sem saber pra onde ir ou como chegar!